João Gabriel da Silva Neto, Advogado

João Gabriel da Silva Neto

Imperatriz (MA)
16seguidores33seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Jovem Advogado, assíduo e comprometido
Formado pela FEST - Faculdade de Educação Santa Terezinha, faculdade de referência no estudo do direito na região. Grande apreciador do Direito Tributário, Empresarial e Condominial.

Principais áreas de atuação

Direito Tributário, 22%
Direito do Trabalho, 22%
Direito Administrativo, 22%
Direito do Consumidor, 16%
Direito Civil, 16%

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Peças
Despachos
Mediação
Análises
Conciliação
Acompanhamentos

Recomendações

(24)
Luizantonio Muniz, Diretor de Produção e Operações em Empresa Aquícola
Luizantonio Muniz
Comentário · há 5 dias
Estou sendo processado por inadimplência de cota de condomínio vencida em julho de 2017.
Pago todos os meses com antecedência mínima de dez dias, visto que, pago todas as minhas contas no dia 25 de cada mês e, o condomínio vence no dia 5 do mês seguinte.
Ocorreu que em julho de 2017, eu estava saindo para uma viagem, quando os boletos para pagamento chegaram na portaria.
Como não havia tempo para pagar na minha cidade, levei o boleto para pagar no destino.
Lá chegando fui ao banco pagar e não consegui, aparecia no caixa eletrônico o aviso que aquele boleto já estaria pago. Tentei também no caixa do banco e também não consegui. A solução foi quando retornei à minha cidade, tentar pagar na agência local, que era a emissora do boleto. Também não consegui.
Procurei então o contador que cuidava da administração do condomínio, ele então, forneceu um novo boleto com vencimento naquele dia e com juros de mora. Acredito que não deveria ter pago com juros mas, para evitar mais problemas, paguei.
Recentemente ao procurar o andamento de um outro processo no site do Tribunal de Justiça, me deparei com o processo do condomínio. Liguei imediatamente para o advogado da parte autora para saber o que estava sendo cobrado e, fui informado que era referente ao mês de julho de 2017.
Ao encontrar com o síndico na portaria, perguntei porque ele não havia solicitado uma xerox do pagamento ou um ZapZap com a foto do pagamento, o que não geraria custas processuais e muito menos honorários advocatícios? Ele me informou que eu não havia efetuado o pagamento. Eu então, o convidei a ir no meu apartamento para ver o recibo, ele se recusou a ver o recibo e tornou a dizer que não estava pago, ou seja, me chamou de mentiroso. Eu gostaria de saber se posso processar o condomínio por calúnia e difamação, visto que a discussão foi presenciada pelos porteiros?

Perfis que segue

(33)
Carregando

Seguidores

(16)
Carregando

Tópicos de interesse

(6)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Imperatriz (MA)

Carregando

João Gabriel da Silva Neto

Entrar em contato